agosto 10, 2010

Aposentados que ainda trabalham podem pedir revisão do benefício

By admin

*Caro leitor: para ingressar com ação de desaposentadoria preencha nosso formulário eletrônico.*

Uma decisão do Superior Tribunal de Justiça abriu uma porta importante para os aposentados que continuam trabalhando. Os advogados chamam de desaposentação.

O nome é esquisito, mas o resultado é bom. É a possibilidade de rever o valor da aposentadoria. Tem gente que já conseguiu um bom aumento no benefício.
O emprego com carteira assinada tem aumentado para os brasileiros com mais de 50 anos. Só do ano passado para cá, mais de 370 mil pessoas nessa faixa de idade voltaram a trabalhar. Muitos, já aposentados.
O Ministério do Trabalho não sabe quantos dos 15 milhões de aposentados ainda trabalham, mas uma boa parcela se mantém no mercado. São pessoas que recebem o benefício, mas, como estão em atividade, continuam pagando o INSS.

Neusa Alvarenga é um exemplo. Ela se aposentou por idade, mas continuou exercendo a profissão por mais de cinco anos. Descobriu que poderia refazer a aposentadoria incluindo essas últimas contribuições. Ela entrou na Justiça e ganhou. “A minha perda é significativa mensal e muito mais anual, eu não posso ficar, não poderia jamais perder essa oportunidade de reverter esse benefício. Quando eu só vir a aposentar efetivamente em dezembro de 2009, então eu tenho cinco anos praticamente pra reaver e atualizar o meu beneficio”, conta a aposentada.
Para entrar com uma ação dessas o trabalhador tem que desistir da primeira aposentadoria e pedir para ter uma nova, com outro valor porque levaria em conta também as contribuições mais recentes.
O INSS geralmente recorre. Alega que um decreto impede a reversão da aposentadoria, mas no Superior Tribunal de Justiça, por exemplo, os ministros têm reconhecido esse direito dos aposentados. Embora o assunto ainda gere muita discussão.
A advogada explica que, normalmente, só vale a pena tentar quando o trabalhador pagou pelo menos mais cinco anos de contribuição depois de ter se aposentado. Diz que se o julgamento não for favorável o aposentado não perde nada. “Não, ela não perde, ela perde só o direito de requerer um novo benefício, mas ela continua com o benefício anterior, com a mesma aposentadoria, ela não tem prejuízo nenhum em razão disso”, garante Terezinha Borges, advogada.
José de Souza Costa se aposentou e teve que continuar trabalhando para manter a família. Também entrou com processo na Justiça para mudar o benefício e conseguiu: de R$ 1.600, passou a receber mais de três mil e trezentos reais. “Eu tinha direito, com certeza. E hoje eu estou satisfeito nesse ponto, porque de outra maneira como é que eu ia ter esse salário?”, diz.

Jurisprudência:

O citado aresto passou a formar precedente jurisprudencial no STJ, conforme consta no Informativo nº 247, de 16 a 20 de maio de 2005.

“APOSENTADORIA PREVIDENCIÁRIA. RENÚNCIA. TEMPO. APOSENTADORIA ESTATUTÁRIA. A aposentadoria previdenciária, na qualidade de direito disponível, pode sujeitar-se à renúncia, o que possibilita a contagem do respectivo tempo de serviço para fins de aposentadoria estatutária. Note-se não haver justificativa plausível que demande devolverem-se os valores já percebidos àquele título e, também, não se tratar de cumulação de benefícios, pois uma se iniciará quando finda a outra. Precedentes citados: REsp 497.683-PE, DJ 4/8/2003; RMS 17.874-MG, DJ 21/2/2005, e MS 7.711-DF, DJ 9/9/2002. REsp 692.628-DF, Rel. Min. Nilson Naves, julgado em 17/5/2005.”

STJ. RECURSO ESPECIAL Nº 692.628 – DF (2004/0146073-3). EMENTA: Previdenciário. Aposentadoria. Direito à renúncia. Expedição de certidão de tempo de serviço. Contagem recíproca. Devolução das parcelas recebidas.

1. A aposentadoria é direito patrimonial disponível, passível de renúncia, portanto. 2. A abdicação do benefício não atinge o tempo de contribuição. Estando cancelada a aposentadoria no regime geral, tem a pessoa o direito de ver computado, no serviço público, o respectivo tempo de contribuição na atividade privada. 3. No caso, não se cogita a cumulação de benefícios, mas o fim de uma aposentadoria e o conseqüente início de outra. 4. O ato de renunciar a aposentadoria tem efeito ex nunc e não gera o dever de devolver valores, pois, enquanto perdurou a aposentadoria pelo regime geral, os pagamentos, de natureza alimentar, eram indiscutivelmente devidos. 5. Recurso especial improvido. (Resp nº 692.628/DF. Recorrente: INSS. Recorrido: Ronaldo Gomes de Souza. Rel. Min. Nilson Naves. Julg. 17/05/2005. Pub.: 05/09/2005, no DJ)

“Desaposentação e STJ I
AgRg no REsp 1107638 / PR, j. em 29/04/2009.

PROCESSUAL CIVIL E PREVIDENCIÁRIO. AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL. DECISÃO MONOCRÁTICA DO RELATOR COM ARRIMO NO ART. 557 DO CPC. MATÉRIA NOVA. DISCUSSÃO. NÃO-CABIMENTO. PRECLUSÃO. RENÚNCIA À APOSENTADORIA. DEVOLUÇÃO DOS VALORES RECEBIDOS. NÃO-OBRIGATORIEDADE.
1. …
2. ..
3. Em sede de regimental, não é possível inovar na argumentação, no sentido de trazer à tona questões que sequer foram objeto das razões do recurso especial, em face da ocorrência da preclusão. [Nesse caso, a argumentação apresentada pelo INSS quanto a impossibilidade de renúncia ao benefício previdenciário ( que segundo seu entender somente seria possível se reputada a inconstitucionalidade do parágrafo segundo do art. 18 da Lei n. 8213/91) se quer foi analisada em sede de Recurso Especial em virtude da preclusão.]
4. A renúncia à aposentadoria, para fins de concessão de novo benefício, seja no mesmo regime ou em regime diverso, não implica em devolução dos valores percebidos, pois, enquanto esteve aposentado, o segurado fez jus aos seus proventos. Precedentes.
5. …”
(Grifo nosso)

Doutrina:

“Lição de Martinez (2008, p. 28):

Desaposentar compreende renúncia às mensalidades da aposentadoria usufruída, a abdicação do direito de se aposentar, que se mantém potencialmente indestrutível. Portanto, pressupõe a existência do referido direito, seja o simples seja o adquirido, mas não uma pretensão parecida. Nem apreensão por vir. A desaposentação não reclama motivação maior, mas freqüentemente a idéia do solicitante é de melhorar sua situação pessoal ou social.

Prossegue Martinez (2008, p. 30) sustentando que a desaposetação é modalidade de desafazimento da aposentação, ou seja, desconstituição do estado jurídico de jubilado, retornando a pessoa à condição de não aposentado. O que em tese pode satisfazer a alguém que já não mais deseja o estado de aposentado.

Assim, a aposentação deve ser vista como uma renúncia específica à aposentação e, no mais comum dos casos, mas não necessariamente, objetivando uma nova e melhor aposentação, conforme Martinez (2008, p. 36).

Dessarte, não há como se obstruir o direito a desaposentação daquele segurado que apenas não mais deseja continuar na condição jurídica de aposentado, mas, como bem disse Martinez (2008, p. 28), apenas, melhorar sua situação social.” Fonte: http://jus2.uol.com.br/doutrina/texto.asp?id=12037

Topics: notícias, previdenciário, trabalho | 183 Comments »

183 Responses to “Aposentados que ainda trabalham podem pedir revisão do benefício”

  1. Nelson Berger Says:
    outubro 7th, 2010 at 9:49

    Peço o favor de me informar como faço para entrar em contato com a advogada Terezinha Borges, autora de ações de revisão de aposentadoria. Antecipadamente agradeço a atenção. Nelson Berger; e-mail: berger.nelson@gmail.com

  2. Cosme Says:
    novembro 16th, 2010 at 15:01

    Eu queria saber se alguem sabe um contato de advogado para poder entrar com ação na justiça para desaposentadoria.

    obrigado.

  3. admin Says:
    novembro 16th, 2010 at 16:21

    Cosme – qual seu estado?

    Abraços!

  4. maria aparecida ferreira Says:
    novembro 17th, 2010 at 10:31

    Boa tarde preciso fazer contato c/ voces pois estou aposentada desde 2004 mas continuo trabalhando -**** Aguardo retorno

  5. admin Says:
    novembro 17th, 2010 at 12:53

    Senhora Cida,

    A senhora fala de que estado?

    Abraços!

  6. Lucia Lopes Says:
    dezembro 20th, 2010 at 20:19

    Por favor podem informar o e-mail ou telf. de contato da DRA.Terezinha Borges, meu marido é aposentado desde de 2005 por tempo de contribuição e continua trabalhando gostariamos de recorrer pois o fator previdenciario abaixou muito o benefício

  7. miralda gonzaga Says:
    dezembro 29th, 2010 at 12:13

    sou viuva desde 1985 quero solicitar revisao pois recebia quase mais de 3 salarios minimos meu marido morreu por acidente de trabalho beneficio num 078876619-8, como faco me oriente
    .
    miralda, abracos

  8. admin Says:
    janeiro 3rd, 2011 at 8:25

    Miralda,

    Procure um advogado em sua cidade.

    Abraços,

    Heitor faria

  9. Maria Bernadete da Silva Lima Says:
    janeiro 24th, 2011 at 19:01

    Boa noite.
    Sou de Minas Gerais.
    Depois que me aposentei,trabalhei mais 14 anos registrada na mesma empresa.Gostaria de saber se tenho algum direito e que lei posso verificar.
    Tenho algum direito em outra aposentadoria?
    Tenho direito em rever os valores da aposentadoria?
    Agradeço antecipadamente.
    Bernadete.

  10. admin Says:
    janeiro 25th, 2011 at 8:17

    Senhora Maria,

    Penso que a revisão da sua aposentadoria (desaposentação) seria muito positiva.
    Não seria outra aposentadoria – mas revisão do valor da que já existe.
    Para efeitos práticos, iria pedir a extinção do benefício e imediata prestação do novo, recalculado.

    Abraços,

    Heitor Faria

  11. Maria Bernadete da Silva Lima Says:
    janeiro 28th, 2011 at 8:00

    Senhor Dr.Heitor Faria.

    Muito obrigado pela orientação.

  12. Maria Rosario Says:
    janeiro 31st, 2011 at 8:23

    Bom dia!
    Por favor, me ajudem a tirar uma dúvida quanto aos direitos do aposentado.
    Foi feito um plano de carreira para os professores para o ano de 2011 e nele colocaram um artigo onde diz que os aposentados “antes desta lei” passariam a iniciantes na escala de classificação para atribuição de aulas no ano subsquente a sua aposentadoria. Claro que isso vem prejudicar esse aposentado, talvez levando-o ao pedido de demissão.
    Esta correta essa lei, é desrespeito ao direito adquirido ou não?
    Obrigada

  13. admin Says:
    janeiro 31st, 2011 at 8:47

    Maria,

    Todo novo plano de carreira precisa ser opicional. Caso contrário, trata-se de uma prática ilegal.
    A lei deve estar considerando um rompimento do contrato de trabalho no momento da aposentadoria – com a posterior recontratação.
    Qual o regime? REDA? Estatutário?

    Abraços…

  14. lisbeth Says:
    janeiro 31st, 2011 at 8:59

    Sou aposentada e entrei na justiça para revisar o meu beneficio, pois continuo trabalhando. O que que dizer o art.52/4? É uma revisão ou desaposentação?

  15. admin Says:
    janeiro 31st, 2011 at 13:04

    Geralmente se pede a desaposentação com a imediata inscrição em novo benefício – o que em termos práticos seria uma revisão

    Abraços!

  16. Maria Rosario Says:
    fevereiro 1st, 2011 at 19:41

    Olá,admin Says
    Somos regidos pela CLT ,e não houve rompimento nenhum no contrato de trabalho, simplesmente continuei na escala em 2009 e 2010, hoje me colocaram no final dessa mesma escala de classificação.
    Por favor me oriente o que posso fazer.
    Obrigada desde já.Um abraço
    Maria

  17. Maria Rosario Says:
    fevereiro 2nd, 2011 at 9:04

    Olá!
    Estou ansiosa por sua colaboração e ajuda.
    Estou aposentada desde Junho de 2008 na empresa em que atuo,que é regida pela CLT, como a lei me dava o direito de continuar trabalhando, fiz essa opção e nada mudou no meu contrato de trabalho inclusive na escala de classificação para atribuição de aulas.
    Como já mencionei com o novo plano de carreira(2011) eles querem me tirar esse direito de escolha, dizendo que não estão me prejudicando em nada, o que não é verdadeiro pois do 2º lugar dessa escala passo para 150º. Será que o tão falado “direito adquirido” é só uma força de expressão?
    Atenciosamente espero por uma resposta.
    Abraços

  18. admin Says:
    fevereiro 2nd, 2011 at 11:48

    Maria – toda mudança de Plano de Cargos e Salário precisa ser opcional – a senhora não pode ser obrigada a aceitar a mudança.
    Procure um advogado.

  19. Adalberto Says:
    fevereiro 4th, 2011 at 12:02

    Sou de Belo Horizonte, completei 53 anos de idade e até março/2011 completo os 35 anos de trabalho. Gostaria de saber: Sei que poderei me aposentar dentro das regras do INSS com significativa perda. Continuarei a trabalhar e naturalmente contribuirei com o INSS. Com mais 5 anos de trabalho posso pedir a “desaposentação” e revisão do benefício?
    Indicaria algum advogado aqui em BH para contato?

    Obrigado.

  20. admin Says:
    fevereiro 4th, 2011 at 15:16

    Senhor Adalberto,

    Sim. É plenamente possível a aposentação no caso relatado.
    O senhor pode consultar o nome de um advogado habilitado pelo site da OAB/MG: http://www.oabmg.org.br/

    Abraços,

    Heitor Faria

  21. Clovis Senna Says:
    fevereiro 18th, 2011 at 21:46

    E para essa desaposentação como devo proceder?

  22. admin Says:
    fevereiro 21st, 2011 at 16:53

    Te mandei um email. =]

  23. admin Says:
    fevereiro 22nd, 2011 at 7:04

    Respondi por email.

  24. Pedro Says:
    abril 18th, 2011 at 12:33

    Olá, sou advogado recém formado gostaria que o senhor me enviaase por email amiores informaçoes da desaposentaçao e se houver modelos!

    Att

  25. admin Says:
    maio 18th, 2011 at 13:46

    Pedro, parabéns.
    As peças processuais que utilizo são bastante sucintas.
    Prefiro pecar pela objetividade do que pelo excesso – ainda mais em se tratando de um tema pacífico.
    Um modelo razoável pode ser encontrado aqui: http://www.google.com/url?sa=t&source=web&cd=3&ved=0CDoQFjAC&url=http%3A%2F%2Fwww.professorajuliana.adv.br%2Fweb%2Fmaterialdeapoio%2Fpecasprocessuais%2FDesp_prop.pdf&ei=sxPUTYCvOoq2twei57GgCg&usg=AFQjCNFpRF0tjFK_LPoef6kr-FtSTU5gDw&sig2=Re5Y0tHIcKnhTmL44WFh3A

  26. admin Says:
    maio 18th, 2011 at 13:54

    A senhora pode mandar um email para:

  27. Veridiana Says:
    maio 19th, 2011 at 8:02

    Bom Dia,

    Gostaria de esclarecer uma dúvida. Meu Pai, aposentou em novembro de 1995, todavia, continuou trabalhando até agosto de 1999. Gostaria de saber se compensa entrar com uma ação de desamposentação para que ele possa contar esses anos adicionais, pois,ele aposentou com o coeficiente de 0.82, ou seja, nao com 100%, e a média as contribuiçoes dele era superior ao teto da época. Qual seria a melhor açao para se entrar? E caso seja a desaposentação, o benefício do meu pai irá cessar a partir do ajuizamento da ação?? Desde já agradeço. Att,

  28. admin Says:
    maio 20th, 2011 at 8:42

    Veridiana – deve entrar com uma Ação de Desaposentação cumulada com Concessão de Novo benefício.
    O benefício, para efeitos práticos, não cessa.
    Somos especialistas neste tipo de ação.

    Grato,

    Heitor Faria

  29. Alice Says:
    julho 6th, 2011 at 16:13

    Olá, Estou aposentada desde 22/08/2006 e continuo a trabalhar com contribuição máxima.Vale a pena a desposentadoria ? Como fazer para pedir a desaponsentadoria ? teria que devolver tudo que já recebi ?

  30. admin Says:
    julho 8th, 2011 at 12:38

    Senhora Alice,

    Vale a pena, sim.
    O entendimento majoritário é que não é necessário devolver os valores – e inclusive fazemos esse requerimento como condição para a procedência da ação.
    Se desejar, nosso escritório ingressa com esta ação. Mande um email para faria@heitor.adv.br

    Abraços!

  31. admin Says:
    julho 8th, 2011 at 13:29

    Vale a pena sim, Alice.
    Mande um email para: faria@heitor.adv.br. Ingressamos com a ação para a senhora.
    Não deve haver devolução de valores.

    Abraços….

  32. Sérgio Vlainich Says:
    agosto 7th, 2011 at 3:09

    Boa Noite!

    Eu falo de São Paulo – Capital.
    Aposentei-me em 30/09/2008, quando estava completando meus 53 anos de idade. A minha aposentadoria é de R$ 1.700,00. Achei pouco, pois trabalhei numa multinacional e sempre ou na maioria dos anos contribui sobre mais de 10 salários mínimos. Continuo trabalhando e pago INSS sobre 02 salários mínimos (R$ 1.111,00).
    Gostaria de um orientação sobre o que posso fazer. Se devo pedir revisão ou desaposentadoria.

    Por favor, estou no aguardo. E Desu abençoe todos nós.

  33. hfaria Says:
    agosto 10th, 2011 at 8:41

    Se sua renda hoje é de 02 salários mínimos, a desaposentação não é indicada.
    Se for igual ou maior a sua aposentadoria atual, já começa a compensar. Mas seria melhor ingressar daqui a uns 2 anos.

    Abraços….

  34. RITA DE CASSIA CARVALHO SILVA Says:
    agosto 23rd, 2011 at 9:49

    Aposentei-me em 2006 por tempo de serviço. Hoje recebo R$1.700,00. Continuo trabalhando e recolhendo o INSS sobrea salário de R$ 1.500,00, compensa pedir desaposentação?

  35. Fabiana Says:
    agosto 25th, 2011 at 10:21

    Boa tarde, meu pai é aposentado desde 2007 por tempo de trabalho e ainda tem um processo na justiça de solubridade e me parece que não estava correto o varlor a ser pago e desde 27/08/2008 não mexem no processo…ele continua trabalhando registrado, ou seja, continua contribuindo ao INSS. O que vc nos aconselha a fazer?
    aguardo resposta e agradeço desde já.

  36. renato pio Says:
    setembro 4th, 2011 at 7:23

    sr faria sou aposentado desde 2008 gostaria que o sr me esplica-se se tenho direito hoje de uma nova revisao ou tenho que esperar mais alguns anos pois ainda continuo trabalhando.setenho direito gostaria se o sr pegase açao desde ja agradeço me envie uma resposta obrigado

  37. Divina Says:
    setembro 5th, 2011 at 10:00

    Sua aposentada desde março/2011. Gostaria de saber se posso contribuir como autônoma ou facultativo para melhorar minha aposentadoria.

  38. eduardo Says:
    setembro 7th, 2011 at 6:17

    Ola bom dia,meu pai se aposentou á 3 anos mas o valor do beneficio ficou abaixo ate do que ele recebia na epoca da aposentadoria,E continua Trabalhando nuca parou e registrado na mesma empresa pedir revisao ou essa desaposentaçao seria viavel agora

  39. admin Says:
    setembro 19th, 2011 at 9:52

    Pode sim, Divina!

  40. MAGDA SANTOS Says:
    setembro 21st, 2011 at 14:31

    muito bom os esclerecimentos.

  41. sidney Says:
    setembro 27th, 2011 at 10:16

    aposentei em nov/09 por tempo de contribuição, verifiquei que trabalho em área acima de 85dB(A)e meu PPP constam 87,6 dB(A)Decibéis e colegas conseguiram aposentar na especial, a duvida é a seguinte , posso pedir desaposentação e pedir aposentadoria especial ?

  42. hfaria Says:
    setembro 27th, 2011 at 11:59

    Sr. Sidney,

    Sim, é possível.

    Abraços,

    Heitor Faria

  43. Keila Amaral Says:
    outubro 3rd, 2011 at 21:44

    Boa noite.
    Sou de Barueri – SP
    Meu pai é aposentado á mais ou menos 15 anos e recebe hoje por volta de R$ 1.200,00. Ele continua trabalhando, em outro lugar, há 12 anos, e agora recebe por volta de R$ 2.700,00.
    Ele tem 73 anos e já está cansado. Gostaria de saber se o melhor pra ele seria a revisão ou a desaposentação. Se optar pela desaposentação ele corre o risco de ficar sem a aposentadoria, ou de atrasar o benefício por algum tempo?
    Ele precisa primeiro parar de trabalhar para pedir essa revisão?

    Agradeço a atenção.

  44. Eduardo Says:
    outubro 4th, 2011 at 19:17

    É aconselhável para quem ainda está trabalhando requerer a desaposetação? Ou devo pedir somente quando parar definitivamente de trabalhar. Pergunto isso, pois como os meus recolhimentos mensais influenciam no cálculo da nova aposentoria se pedisse a desaposentação hoje não teria que pedir outra no futuro?

  45. Roberta Says:
    outubro 10th, 2011 at 13:09

    Boa tarde.Meu pai se aposentou mais ou menos em 1995 por tempo de trabalho,continuou trabalhando e hoje trabhalha na mesma empresa a mais de 10 anos.Quem devemos procurar para saber se ele tem direito e de quanto seria o aumento.É necessário pagar auguma coisa para requerer essa desaposentadoria?obrigada!(falo do Rio de Janeiro)

  46. jose maria Says:
    outubro 11th, 2011 at 19:42

    me aposentei em 2008 com 57anos e 36anos de contribuição com teto maximo, continuei trabalhando na mesma empresa (clt) agora quero sair,posso pedir desaposentação e requerer de novo.. grato.

  47. jose maria Says:
    outubro 11th, 2011 at 19:48

    continuando,aposentei com 57a com 36a de contribuição hoje estou com 61 anos e 40 de contribuição, posso pedir desaposentação. continuo pagando teto maximo. grato.

  48. emily Says:
    outubro 13th, 2011 at 19:51

    sou aposentado desde 1997 e continuo trabalhando com carteira assinada faz 8 anos eu posso entrar com desaposentamento? ganho atualmenbte dobro da aposentadoria.Como eu posso proceder?LUIZ ROCHA,FORTALEZAQ-CE.

  49. Anderson Says:
    outubro 25th, 2011 at 19:01

    Saudações
    Meu pai está aposentado a mais de 5 anos que tipo de processo precisamos entrar para fazer a revisão e vale a pena ou não hoje ele recebe em torno de 1.100 reais quento pode chegar tem alguma ideia
    Desde já agradeço

  50. Hélvia Maria Says:
    novembro 2nd, 2011 at 16:48

    Olá. Gostaria de saber, se com o pedido de desaposentação, durante o período de trâmite processual, o autor continua a receber sua antiga aposentadoria ou esta é suspensa até resolução do processo.

    Desde já, agradeço.

  51. Mário Vieira de Carvalho Says:
    novembro 7th, 2011 at 14:12

    Aposentei c/ 35anos de contribuição em outubro de 2009, e continuei empregado. Mas sempre contribuí com média acima de 09 Salários…e aposentei prejudicado pelo Fator Previdenciário, recebendo hoje 4,63 Salários. Desde que aposentei contribuo com mais de 9 salários. Pergunto: Posso pedir revisão após 2 anos aposentado?

  52. elizabeth Says:
    novembro 15th, 2011 at 21:58

    boa noite,meu marido se aposentou em 2008 lutou na justiça pra poder aposentar com aposentadoria especial,pois trabalha em area de risco eu gostaria de saber que mesmo ele trabalhando na mesma empresa,pois nao mandaram ele embora, se ele pode pagar inss por fora pra melhorar o salario dele e quanto tempo mais de trabalho ele tem que trabalhar pra poder pedir revisao do salario dele de aposentado,desde ja agradeço á sua´amável atençao,elizabeth.

  53. Rosa Maria Says:
    novembro 24th, 2011 at 13:49

    Olá, tenho 52 anos de idade, e tenho 33 anos de contribuição na mesma empresa, no ano 2009 pedi minha aposentadoria por tempo de serviço(com 31 anos de contribuição) e perdi 40% do meu atual salário(pois ainda continuo na empresa)com o tal fator previdenciário, posso pedir revisão, afinal antes da lei eu já contribuia. Me ajude! Pois quando precisar parar de trabalhar, vou passar dificuldade em viver com essa merreca de aposentaoria.
    Atenciosamente,
    Rosa

  54. Cristina Says:
    dezembro 15th, 2011 at 11:43

    Boa tarde,

    Por gentileza, preciso de uma orientação: meu pai se aposentou em 2007 e continua trabalhando. O valor da aposentadoria é menor do que o salário, pois não conta com o adicional de penosidade. Existe possibilidade de ser revisto esse valor da aposentadoria e o salário melhorar um pouco? Ele se aposentou por tempo de contribuição e hoje tem 63 anos.
    Obrigada.

  55. ubirajara ferreira da silva Says:
    janeiro 16th, 2012 at 13:28

    Estou aposentado desde 1998,e continuo trabalhando desde essa época.Gostaria de saber de algum advogado aqui do RJ que pudesse entrar com o processo de desaposentadoria para mim.Desde já agradeço.

  56. José Sergio da Silva Says:
    janeiro 25th, 2012 at 12:03

    Me aposentei em 30/01/1987 c/ 25 anos de trabalho em áreas insalubres e no dia 04/02/1987 volteia a trabalhar em outra empresa c/ carteira assinada e continuo trabalhando até o dia de hoje.É possível
    cnseguir um reajuste na minha aposentadoria ? Como devo proceder ? A quem o senhor me indica prá fazer isso prá mim ?
    Aguardo resposta.

    Obrigado.

  57. Ângela Soares Says:
    janeiro 27th, 2012 at 16:48

    Caro Senhor Dr. Heitor Faria,

    Tenho quase 25 anos de contribuição no INSS e gostaria de solicitar desde já minha aposentadoria proporcional, pois completarei 48 anos em março/2012. Porém, pretendo continuar trabalhando registrada.
    Neste caso, terei direito após mais 5 anos trabalhados em pedir a revisão da aposentadoria?
    Agradeço imensamente sua atenção.
    Atte,
    Ângela

  58. marcos Says:
    fevereiro 1st, 2012 at 7:32

    eu mim aposentei em 2005 por tempo de contribuição continue trabalhando registrado que devo fazer com esse tempo? agradeço desde já fico no aguardo e como entrar em contato com você.

  59. marcos Says:
    fevereiro 2nd, 2012 at 6:57

    preciso de orientação

  60. José Luiz Cordeiro Says:
    fevereiro 5th, 2012 at 6:52

    SRS… JÁ ESTOU APOSENTADO 2 ANOS E MEIO; E PAGO O TETO MÁXIMO P/ GOVERNO POIS CONTINUO TRABALHANDO, MINHA IDADE ATUAL É 59 ANOS E JÁ RECOLHI POR 37 ANOS E MEIO… POSSO REVER MINHA APOSENTADORIA? É INTERESSANTE GUARDAR MAIS 2 ANOS E MEIO? NO AGUARDO E GRATO POR ATENTAÇÃO. CORDEIRO

  61. marcos Says:
    fevereiro 6th, 2012 at 10:33

    quem se aposento por tempo de contribuição continuo trabalhando e contribuindo pode pedir reajuste no valor que recebe hoje?

  62. Rosana Says:
    fevereiro 6th, 2012 at 12:44

    Boa tarde.
    Me aposentei em Fevereiro de 2008, com 46 anos de idade e 30 anos de contribuiçõa.
    Em funão de minha idade, eu entrei na tabela progressiva recebendo 55% da TAbela.
    Gostaria de saber se é possivel pedir a revisão e em que momento seria mais vantajoso? Preciso esperar 10 anos? Contuinuo trabalhando na mesma empresa , com teto máximo.
    obrigada pela atenção.
    Rosana

  63. edilia Says:
    fevereiro 9th, 2012 at 5:36

    bom dia ,sou aposentada desde 2005 a continuo a contribuir pois ainda trabalho na mesma firma
    quero saber se tenho uma chance de revisao ou algo parecido
    gostaria de uma resposta se for possivel
    atenciosamente Edilia Alves Serra.

  64. Ângela Codonho Says:
    fevereiro 10th, 2012 at 8:10

    Caro Sr. Heitor,
    No dia 27/01/2012, inseri neste link minhas dúvidas e aguardava ansiosa por uma resposta.
    Porém notei que foi excluído.
    Pode me dizer o que ocorreu.

  65. JANILDE SOUZA Says:
    fevereiro 12th, 2012 at 9:25

    QUAL SERIA A MELHOR SAÍDA NESSE CASO?

  66. Gilmar Guerreiro Says:
    fevereiro 21st, 2012 at 6:30

    Estou aposentado desde janeiro de 1997 e continuo trabalhando e recolhendo INSS.Pergunto: compensa eu entrar com ação de desaposentação? Qual o tempo mínimo de duração da ação. grato, Gilmar – gguerreiro@ajato.com.br.

  67. Gerson Luiz Says:
    fevereiro 25th, 2012 at 5:07

    Consegui me aposentar por tempo de trabalho, em novembro de 2006 e continuei trabalhando até este mes 02/2012.
    Já posso pedir a revisão da aposentaria? Tem que ser na justiça? Como ficaria o novo benefício?

  68. leoni Says:
    fevereiro 29th, 2012 at 9:10

    me aposentei como professora em julho de 2009,mas me aposentei com tempo de serviço nao tinha idade,descontou bastante do meu salario,continuo trabalhando,queria saber se posso recorrer e juntar esses 4anos q trabalho com o de aposentadoria para passar a ganhar minha aposentadoria completa…

  69. leoni Says:
    fevereiro 29th, 2012 at 9:20

    como faço requerimento se caso eu tenha direito?

  70. Rossana Says:
    março 4th, 2012 at 10:34

    Tenho 31 anos de contrubuição e 50 anos, quero me aposentar, mas o valor reduz 50% do meu salário.Pretendo me aposentar e continuar trabalhando. A minha dúvida é se posso pedir desaposentação? e se há perspectivas positivas?

  71. Manoel Alexandre Says:
    março 5th, 2012 at 15:47

    No caso de de pedido de desaposentação, pelo que compreendi, haverá a renúncia do valor atual da aposentadoria. A questão é: durante o período de tramitação da ação o beneficiário deixa de perceber sua aposentadoria?
    Manoel Alexandre
    Brasília/DF

  72. Gilmar Guerreiro Says:
    março 11th, 2012 at 10:12

    Sou aposentado faz 15 anos e não parei de trabalhar até agora. pergunto: Compensa eu entrar com ação?, qual porcentagem aproximadamente faria direito? obrigado. Gilmar

  73. Daniel Says:
    abril 4th, 2012 at 11:00

    Sou aposentado desde 1992, sempre contribui com mais de 10 salarios minimos, porem minha aposentadoria e 80% menor do que o teto do beneficio de hoje.
    Continuo trabalhando já faz 06 anos e é descontado INSS.Queria saber se quando parar tenho o direito de revisar o meu beneficio.
    Moro em Vitoria – ES
    aLGUEM ME AJUDA

  74. Denie Chagas Says:
    abril 29th, 2012 at 11:36

    Solicitei ao INSS minha aposentadoria proporcional em jan/2009, com 27 anos de contribuição e alguns meses, a completar 51 anos em 23/02/09, sem interromper o trabalho de carteira assinada. Gostaria de saber se posso solicitar, em algum momento, revisão para Aposentadoria Integral. Hoje estou com 54 anos e continuo trabalhando de carteira assinada.

    Desde já agradeço o informação.

  75. Israel S Leite Says:
    maio 1st, 2012 at 12:43

    Olá,
    Estou me aposentando neste momento (12/04/12) por tempo de contribuição. Tenho 57 anos, completando 58 anos em 03/06/12. Sempre contribui com o teto máximo no INSS e hoje recebi o deferimento de minha aposentadoria no valor de R$ 2.729,30.Ainda não saquei o valor junto ao banco.
    Minha dúvida, posso renunciar à minha aposentadoria recém concedida e solicitá-la novamente ao completar 58 anos ?
    Que benefício terei ? Ouvi dizer que ao completar 58 anos a base de cálculo seria atualizada. Qual seria o valor aproximado do beneficio corrigido neste caso ?
    Grato
    Israel

  76. LEA MARIA RINALDI AFFONSO Says:
    maio 4th, 2012 at 17:23

    boa noite, me aposentei em 2006 em maio ,desde continuo trabalhando com carteira assinada e sempre e descontado do meu pagamento o valor do inss. gostaria de saber se tenho direito a revisao de minha aposentadoria ,pois ganho 650.00 reaisss desde ja agradeço lea..

  77. jose luiz carlos Says:
    maio 14th, 2012 at 12:53

    aposentado desde 1998 por tempo de contribuiçao setenta por sento 30 anos posso pedir revissao

  78. ANDIANARA ANDRADE Says:
    junho 12th, 2012 at 22:37

    Meu pai tem direito a desaposentaçao pois ele já é aposentado (por tempo de contribuição) e continua trabalhando tendo mais 18 anos de INSS pagos depois da apsentadoria. .

    at

    Andianara

  79. Mary Angela Says:
    junho 24th, 2012 at 7:54

    Bom dia,
    Eu como todos os outros, estou muito interessada na desaposentação pois em 1998 me aposentei e continuo trabalhando desde aquele ano. Como faço pra entrar em contato. Gostatia de entrar com ação de desaposentadoria.Obrigada,

  80. Ana Pineiro Says:
    agosto 22nd, 2012 at 17:49

    Gostaria de obter contato de advogado para poder entrar com ação de desaposentadoria, resido em Salvador – Bahia, sou aposentada ha 14 anos e continuo trabalhando.
    Desde ja agradecida, aguardo retorno atraves do meu e-mail.
    Ana Pineiro

  81. Ana Rita Says:
    agosto 23rd, 2012 at 9:24

    Bom dia
    Eu ma aposentei em Janeiro de 2012, pois tinha trabalhado por 30 anos, mas percebi que foi muito ruim, afinal não tive nenhuma orientação sobre os valores e também não sabia que o salario seria tão diferente. Eu não tenho sessenta anos ainda posso pedir para me desaposentar. Continuo trabalhando e recolhendo para o INSS.
    no aguardo
    Ana Rita
    meu e-mail é arqac9@hotmail.com

  82. tania gonzaga Says:
    setembro 16th, 2012 at 13:18

    depois que mim aposentei trabalhei mais seis anos, mais ja tem um ano que parei, ainda poco pede desaposentadoria? aguardo resposta, desde ja obrigado

  83. vilma Says:
    outubro 2nd, 2012 at 13:48

    sou aposentada por tempo de contribuiçao propocional pois ainda faltava alguns meses para completar a aposentaduria legal quando completar o tempo posso psdir para revisar ou nao se sim o que fazer desde ja agradeço obrigada

  84. Marlene Says:
    outubro 24th, 2012 at 8:30

    Bom dia, por gentileza email ou telefone de um advogado para consulta de desaposentação. SOU APOSENTADA DESDE 1995 COM 70% (APOS.PROPORCIONAL) E CONTINUEI TRABALHANDO, TENHO MAIS DE 5 ANOS DE REGISTRO PARA INTEGRAR.Minha aposentadoria está demais defazada. obrig. Marlene… Aguardo

  85. marlene pereira Says:
    dezembro 27th, 2012 at 18:53

    meu marido aposentou por tempo de serviço em 2004 e continuou trabalhando registrado,se pedirmos a desaposentadoria para novo calculo,é bloqueada a aposentadoria atual,agradeço se possivel responder por imail

  86. carlos coqueto Says:
    janeiro 4th, 2013 at 11:47

    Já estamos em 2012 e tema voltou a pauta pública através da Tv Globo, no Jornal Hoje.
    Gostaria de saber o endereço (email) da advogada citada nesta matéria, para poder entrar com a desaposentadoria, já que trabalho mais dois anos depois que tive minha aposentadoria concedida por tempo de serviço.

  87. normandia pereira noroes Says:
    janeiro 9th, 2013 at 9:47

    sou aposentada desde setembro de 2010, continuo trabalhando de carteira assinada, gostaria de saber se posso poder a desposentação.

  88. normandia pereira noroes Says:
    janeiro 9th, 2013 at 9:49

    Sou aposentada desde de setembro de 2010, mas continuo trabalhando de carteira assina, pergunto posso entrar conm a desaposentação?

  89. normandia pereira noroes Says:
    janeiro 9th, 2013 at 9:52

    estou aposentada desde setembro2010 e continuo trabalhando de carteira a assinada, pergunto posso entrar com a desaposentaçaõ

  90. MARCO RODRIGUES Says:
    janeiro 9th, 2013 at 12:06

    ESTOU APOSENTADO HÁ VARIOS ANOS. SE SOLICITAR MINHA DESAPOSENTADORIA PERCO MEUS PROVENTOS DE APOSENTADO?
    MAUITO GRATO
    MARCO RODRIGUES

  91. marco rodrigues Says:
    janeiro 10th, 2013 at 12:46

    ESTOU APOSENTADO DESDE 1995 MAS CONTINUO TRABALHANDO. SE PEDIR MINHA DESAPOSENTADORIA PERCO MEUS PROVENTOS DE APOSENTADO ?
    MUITO GRATO
    MARCO RODRIGUES

  92. Renato Specht Says:
    janeiro 17th, 2013 at 11:37

    Contribui por nove anos para a previdência após a aposentadoria, como faço para entrar com recurso, que documentação preciso apresentar.
    Att. Remato

  93. LUIS Says:
    fevereiro 10th, 2013 at 0:18

    Estou aposentado desde março de 2006 gostaria de saber sé posso dar entrada na desaposentação Att. o mail citado acima

  94. Osvaldo Furtado Says:
    fevereiro 22nd, 2013 at 15:36

    Como faço para entrar em contato com a advogada Therezinha Borges pois eu sou aposentado desde 1991 e em 1994 voltei a trabalhar registrado e pagando INSS até 2003.Gostaria de entrar com processo pára atualizar o valor da minha aposentadoria
    grato
    Osvaldo Furtado
    cel 11 9 5498 4994
    res 11 4616 5441

  95. Leonice Dota Says:
    março 8th, 2013 at 8:24

    Bom dia,
    Me aposentei no mês de fevereiro 2011, e continuo trabalhando, pela informação que tive é que eu posso pedir revisão antes de completar 10 anos de aposentada. Dúvida, eu posso pedir revisão a cada 02 anos ou é melhor esperar e antes de completar 10 anos eu peço?

    Eu moro em São Paulo Capital.

    Aguardo retorno.

    Obrigada.

  96. Célia Panzarin Gonçalves Says:
    março 22nd, 2013 at 18:47

    Gostaria de saber como que faço para desistir da aposentadoria que recebo a 2 anos pois trabalho na Unicamp e surgiu oportunidade de aposentar pela Unicamp

  97. Ovidio Evaristo Junior Says:
    abril 7th, 2013 at 18:19

    Boa noite, falo em nome de meu pai, ele se aposentou em 1997, e continuou trabalhando, por um periodo, depois parou e voltou a trabalhar a mais de 2 anos, ele gostaria de saber sobre a desaposentação, se no periodo que ele tem que abrir mão, para o precesso, ele deixa de receber até sair o resultado do processo, no aguardo e muito obrigado.

  98. Pérola Freire Says:
    abril 8th, 2013 at 15:35

    Tenho 55 anos de idade e 30 de contribuição. Posso requerer minha aposentadoria, continuar trabalhando (e contribuindo)e em 5 anos pedir a revisão do benefício, recuperando assim o fator previdenciário?? Mesmo que mude a lei para 85/90?
    Agradeço a atenção,
    Pérola

  99. joao guedes Says:
    maio 25th, 2013 at 14:06

    Doutores. O meu caso é semelhante ao da Sra. Veridiana, retro: aposentei-me em 10/07/2007 e continuei trabalhando na mesma empresa até 23/04/2012, havendo me desligado em 24/4/2012. Como dar-se-á o encandeamento do processo?

  100. cleusa de fatima de freitas cavenaghi Says:
    julho 6th, 2013 at 12:05

    Bom dia!
    Eu falo de Mogi Mirim – Estado de SP.
    Aposentei-me em 26/02/2008, quando já tinha completado 48 anos de idade. A minha média dos 80 melhores salário foi de 2.135,74 x 0,6467 que resultou no salário beneficio de 1.368,36, achei pouco, porém aceitei e continuei trabalhando e a minha renda aumentou pois continuo no meu cargo de professora em um período e faco hora extra no outro . Continuo trabalhando e pagando o INSS .
    Gostaria de um orientação sobre o que posso fazer.
    Por favor, estou no aguardo. E Desu abençoe todos nós.

  101. Cleusa Says:
    julho 6th, 2013 at 12:31

    Boa tarde!
    Eu falo de Mogi Mirim – SP.
    Aposentei-me em 28/O2/2008, quando tinha completado 48 anos de idade. A minha aposentadoria foi de 1.368,36, sendo que a média dos meus 80 melhores salários foi de 2.135,35, achei pouco mas aceitei e continuei trabalhando até hoje, e o meu salário aumentou pois estou fazendo bastante horas extra. Neste mês vou completar 54 anos. o que que fazer?

    Por favor, estou no aguardo. E Desu abençoe todos nós.

  102. Cleusa Says:
    julho 6th, 2013 at 12:53

    Boa Tarde!
    Eu falo de São Paulo – Capital.
    Aposentei-me em 28/02/2008, quando tinha 48 anos de idade. A minha aposentadoria foi de R$ 1.368,36 sendo que a minha média dos 80 melhores salários foi de 2.135,74. Achei pouco, mas aceitei e continuo trabalhando até hoje . meu salário aumentou, pois venho fazendo bastante horas extra. O que eu devo fazer?
    Por favor, estou no aguardo. E Deus abençoe todos nós.
    hfaria Says:

  103. Cleusa Says:
    julho 6th, 2013 at 12:56

    Boa Tarde!
    Eu falo de São Paulo – Capital.
    Aposentei-me em 28/02/2008, quando tinha 48 anos de idade. A minha aposentadoria foi de R$ 1.368,36 sendo que a minha média dos 80 melhores salários foi de 2.135,74. Achei pouco, mas aceitei e continuo trabalhando até hoje . meu salário aumentou, pois venho fazendo bastante horas extra. Este mês vou completar 54anos. O que eu devo fazer?
    Por favor, estou no aguardo. E Deus abençoe todos nós.
    hfaria Says:

  104. maria lucia Says:
    agosto 5th, 2013 at 22:06

    posso solicitar reversão ou desaposentacão Sai em 2005 proporcional, tinha 29 anos de trabalho e 48 anos de idade como funcionária pública muncipal

  105. natalia Says:
    setembro 3rd, 2013 at 9:48

    Gostaria de saber se caso entrar com o processo fico sem receber esse tempo que ficar na justica ,e quanto tempo leva o processo ate o resultado?

  106. silvana pastora oliveira Says:
    setembro 16th, 2013 at 20:35

    Olá boa noite meu marido acabou de se aposentar pela proporcional na realidade seria especial mas não foi concedida concederão a proporcional ele ira continuar trabalhando até porque ele tem 49 anos e vai ficar na mesma empresa ainda não mexemos no dinheiro vale a pena pegar está aposentadoria até porque iria nos ajudar no estudo de nossa filha para prepara-la para um futuro melhor e ele pretende trabalhar ate os 60 anos posso depois pedir adesaponsentadoria muito obrigado pela atenção .

  107. Ana Camacho Says:
    setembro 23rd, 2013 at 13:25

    Cosme, preciso de um advogado para me orientar.
    Me aposentei há 5 anos com mais de 30 anos de trabalho (paguei os pedágios), mas perdi 40% do benefício em função da idade inferior aos 60 anos (53 anos).
    Continuei trabalhando e fazendo minhas contribuições, então gostaria de saber:
    - Esperando até os 60 anos para pedir a desaposentadoria, consigo o benefício total?
    - Há risco de ficar sem benefício no período entre o pedido de desaposentadoria e a concessão da nova aposentadoria?
    Grata

  108. Telma Soares Says:
    novembro 3rd, 2013 at 20:54

    Ola eu aposentei em 2010 peguei proporcional com 28 anos e meio com 50 anos e continuo trabalhando a 2 anos e meio e contribuindo compensa eu entrar na justiça para atualizar o tempo total e melhorar o salario?

    Obrigado
    Abraço

  109. emanuel de jesus b costa Says:
    novembro 6th, 2013 at 17:48

    Eu me aposentei em setembro de 2003 mas trabalhei de maio de 2003 ate maio de 2008 ou seja mas 5 anos trabalhando e contribuindo para o INSS tenho
    os contracheque que tem desconto para o INSS gostaria de saber se posso entra com uma ação de desaposentadoria tenho como prova esse desconto

  110. Joaquim Camilote Gomes Says:
    novembro 27th, 2013 at 7:42

    Estou aposentado desde 1998 e continuei a contribuição como autônomo até os dias de hoje com um valor maior.
    Há chance de revisão para um benefício maior?
    Aguardo informação.
    Obrigado.

  111. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 18:28

    Joaquim,

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  112. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 18:39

    Joaquim,

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  113. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:02

    Telma,

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  114. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:06

    Senhora Ana,

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor. Você não perderá o direito a aposentadoria em nenhum momento.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  115. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:07

    Silvana,

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  116. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:07

    Natália,

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor. A ação pode demorar entre 6 meses e alguns anos. Você não perderá o direito ao benefício em nenhum momento.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  117. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:08

    Silvana,

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  118. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:09

    Cleusa,

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  119. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:09

    Cleusa,

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  120. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:09

    Cleusa,

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  121. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:09

    Cleusa,

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  122. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:17

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  123. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:20

    Pérola,

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  124. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:21

    Ovídio,

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor. Não há interrupção no benefício.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  125. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:21

    Célia,

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  126. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:21

    Leonice,

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  127. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:22

    Osvaldo,

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  128. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:22

    Luis,

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  129. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:23

    Renato,

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  130. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:23

    Marco,

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor. Não há interrupção no benefício.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  131. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:24

    Marco,

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  132. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:24

    Normandia,

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  133. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:24

    Normandia,

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  134. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:24

    Normandia,

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  135. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:24

    Carlos,

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  136. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:25

    Marlene,

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor. Não há interrupção no benefício.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  137. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:27

    Marlene,

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  138. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:28

    Vilma,

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  139. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:28

    Tania,

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  140. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:30

    Ana,

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  141. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:30

    Ana,

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  142. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:33

    Mary,

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  143. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:33

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  144. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:33

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  145. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:33

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  146. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:33

    Caro Amigo(a),

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  147. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:34

    Caro Amigo(a),

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  148. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:34

    Caro Amigo(a),

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  149. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:34

    Caro Amigo(a),

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  150. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:35

    Manoel,

    Não há interrupção no benefício.
    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  151. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:35

    Caro Amigo(a),

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  152. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:36

    Caro Amigo(a),

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  153. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:36

    Caro Amigo(a),

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  154. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:36

    Caro Amigo(a),

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  155. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:37

    Gilmar,

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  156. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:37

    Caro Amigo(a),

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  157. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:38

    Ângela,

    Não sei o que pode ter ocorrido.
    Pergunte novamente.

  158. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:38

    Caro Amigo(a),

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  159. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:38

    Caro Amigo(a),

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  160. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:39

    Caro Amigo(a),

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  161. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:39

    Caro Amigo(a),

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  162. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:39

    Caro Amigo(a),

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  163. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:39

    Caro Amigo(a),

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  164. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:40

    Caro Amigo(a),

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  165. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:40

    Caro Amigo(a),

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  166. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:40

    Caro Amigo(a),

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  167. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:45

    Caro Amigo(a),

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  168. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:48

    Caro Amigo(a),

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  169. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:49

    Caro Amigo(a),

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  170. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:49

    Caro Amigo(a),

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  171. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:50

    Hélvia,

    O benefício não é interrompido.
    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  172. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:50

    Caro Amigo(a),

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  173. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:51

    Caro Amigo(a),

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  174. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:51

    Caro Amigo(a),

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  175. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:51

    Caro Amigo(a),

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  176. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:51

    Caro Amigo(a),

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  177. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:51

    Caro Amigo(a),

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  178. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:52

    Caro Amigo(a),

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  179. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:53

    Caro Amigo(a),

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  180. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:54

    Caro Amigo(a),

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  181. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:54

    Caro Amigo(a),

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  182. admin Says:
    dezembro 19th, 2013 at 19:54

    Caro Amigo(a),

    É bem provável que a gente consiga sua desaposentação pela via judicial, e novo benefício com maior valor.
    Me encaminhe sua documentação (incluindo contra-cheques do período que trabalhou após a aposentadoria e cópia da carteira de trabalho) através do nosso formulário eletrônico se tiver interesse que ingressemos com esta ação.

    Abraços,

    Heitor

  183. antonio joão viveiros Says:
    janeiro 10th, 2014 at 9:20

    ola sou antonio joão viveiros 58 anos, aposentei por tempo em fev/2009 mas continuei trabalhando. gostaria de saber mais sobre o assunto pois meu benefício e pequeno e ainda contribui que eu pague mais imposto de renda todo o ano.

Comments